domingo, 8 de abril de 2018

Êxodo 24 - 40 - O Tabernáculo


A História do Velho Testamento (26) 
O Tabernáculo (Êxodo 24 - 40) 


Período: 
O Êxodo 

Eventos Principais: 
  • A construção do tabernáculo 
Pessoas Importantes: 
  • Moisés 
  • Arão
Conceitos Principais: 
  • O tabernáculo representava a presença de Deus no meio do povo 
  • Era um lugar muito santo, e os israelitas o construíram com bastante respeito e cuidado, de acordo com o padrão que Deus lhes deu 
A História: 
  • Quando Moisés estava no monte com Deus, ele recebeu instruções detalhadas sobre como fazer o tabernáculo e todos os seus móveis. 
  • Também, Deus lhe mostrou o modelo que ele seguiu (Êxodo 25:9) 
  • Deus especificou como fazer tudo no tabernáculo, incluindo a arca, o propiciatório, a mesa, o candelabro, as cortinas, o véu e o altar do holocausto 
  • Destas coisas, vamos observar especialmente o simbolismo e as funções de quatro delas: 
  • A arca 
  • O véu 
  • O altar do holocausto 
  • O altar do incenso 
A arca era o móvel mais sagrado em Israel, pois representava a presença de Deus no seu trono no meio do povo. Foi feita de madeira especial e coberta totalmente de ouro puro 

O véu era uma grande cortina que separava as duas divisões do tabernáculo 
(O Santo Lugar e o Santo dos Santos). 
Num sentido, este véu escondeu Deus do povo. Somente o sumo sacerdote ia atrás do véu uma vez por ano 

O altar do holocausto foi usado para queimar sacrifícios ao Senhor. Cada vez que a pessoa pecava, tinha que matar um animal e oferecê-lo como sacrifício queimado 

O altar do incenso ficava perto do véu. Os sacerdotes queimavam incenso neste altar todos os dias. A fumaça do incenso representava as orações do povo chegando à presença de Deus 

por Dennis Allan

sexta-feira, 2 de março de 2018

Êxodo 19 - 20 - Os Dez Mandamentos


A História do Velho Testamento (25) 
Os Dez Mandamentos (Êxodo 19 - 20) 


Período: 
  • O Êxodo 


Eventos Principais: 
  • A preparação pelo povo para entrar em contato com Deus no Monte Sinai 
  • A demonstração do poder divino quando Deus desceu ao monte 
  • Deus revelou a lei a Moisés para governar o povo de Israel 


Pessoas Importantes: 
  • Moisés


Conceitos Principais:
  • Deus é santo, e suas leis são baseadas neste fato 
  • Deus é poderoso, e merece o pleno respeito do povo 


A História: 
  • Deus conduziu o povo ao Monte Sinai, onde ficaram aproximadamente um ano 
  • Deus fez uma aliança especial com os israelitas, os escolhendo como seu povo peculiar (19:5-6) 
  • O povo prometeu guardar as leis de Deus para ser a nação santa (19:7-8) 
  • O povo preparou três dias antes da chegada de Deus no monte, lavando suas roupas e se purificando
  • Deus colocou limites ao redor do monte, dizendo que qualquer pessoa ou animal que passasse o limite seria morto 
  • No terceiro dia, Deus desceu ao monte com relâmpagos, trovões, fogo e fumaç
  • Deus falou com o povo e deu os primeiros dez mandamentos, que fazem parte da lei de Moisés (20:1-17) 
  • O povo pediu que Moisés fosse mediador entre Israel e Deus, porque os israelitas temiam o Deus poderoso que se manifestou no monte 
  • Deus continuou com muitas outras leis 



Enfatize
  • que as bênçãos do povo dependiam de sua obediência à lei de Deus 
  • A lei de Deus sempre é baseada no fato que ele é santo 
  • Devemos chegar na presença de Deus com bastante respeito e cuidado 
  • explique que os cristãos não guardam a lei do Velho Testamento, mas que os princípios de 9 dos 10 mandamentos são repetidos no Novo Testamento.

por Dennis Allan


quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

JOSUÉ - Forte e corajoso

Uma cidade de muros altos, uma terra de guerreiros temíveis, um povo difícil de liderar... 
Josué enfrentava grandes desafios! 

Sucessor de Moisés, Josué recebeu a responsabilidade de conquistar a terra prometida. Mas os obstáculos eram muito grandes.


Como poderia vencer?
A resposta veio de Deus:


"Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar."  Josué 1:9


Um homem que ouvia a voz de Deus


Ao longo de sua vida, Deus falou com Josué diretamente, através de anjos e por meio de outras pessoas. Josué escutava as palavras de Deus e cria nelas. Aquilo que Deus ordenava, Josué fazia. Esse era o segredo de seu sucesso.


O poder de Josué não vinha dele próprio. Todos os milagres e todas as vitórias que ele viu foram resultado de crer e seguir a Deus. Da única vez que Josué não consultou a Deus, ele foi enganado pelo povo de Gibeom.


Quantas vezes nos esquecemos de pedir orientação a Deus? Ou quantas vezes não estamos prestando atenção quando Deus fala? Ou então não obedecemos a Deus? Mas as pessoas que vêm milagres acontecer são aquelas que ouvem, creem e obedecem a Deus.


Uma vitória improvável


O primeiro grande desafio da liderança de Josué foi a conquista de Jericó. Os muros da cidade eram famosos por serem praticamente impossíveis de transpor! A cidade estava toda fechada, pronta para repelir qualquer ataque. Um cerco poderia durar meses...


Deus contou a Josué o que deveria fazer: caminhar com todo o exército à volta da cidade durante 7 dias. A ordem parecia estranha, mas Josué fez tudo que Deus ordenou. No sétimo dia, depois de darem 7 voltas à cidade, os israelitas gritaram alto e os muros caíram! A vitória sobre Jericó foi completa.


Os planos de Deus muitas vezes são diferentes dos nossos. Ele usa coisas improváveis para nos salvar e ajudar. Deus é muito criativo! Mas nós precisamos estar prontos para obedecer, mesmo quando o plano de Deus parece estranho...



Uma coragem que vinha de Deus


Em Jericó, Josué arriscou toda sua credibilidade. Imagine como ele deve ter se sentido durante essa semana, caminhando à volta da cidade, sem ver uma única rachadura no muro. Será que iria funcionar? Será que Deus iria mesmo deitar os muros abaixo no último dia? Será que não tinha sido tudo um grande erro?


Josué decerto sabia que se os muros não caíssem esse seria o fim de sua liderança. O povo ficaria desanimado, os inimigos ganhariam coragem para atacar e ele poderia até mesmo ser morto pelos israelitas desiludidos! Mas Deus tinha lhe dito para ter coragem, porque nunca o abandonaria. Josué agarrou nessa mensagem e se encheu de coragem.


Até onde estamos prontos para arriscar? Qual é a voz que vamos escutar: a voz de Deus ou a voz do medo? Não é apenas o primeiro passo que exige coragem, o segundo, o terceiro e todos os passos antes da vitória são desafiantes. Mas, se Deus prometeu, ele vai cumprir. Não podemos desistir!


Seja como Josué, seja forte e corajoso!

Fonte #bibliaon


Postagens visualizadas nos últimos 30 dias