quarta-feira, 27 de maio de 2020

Juízes 17 - 21 _ Não Havia Rei em Israel


A História do Velho Testamento (50)
Não Havia Rei em Israel (Juízes 17 - 21)




Período: 
  • Os Juízes


Eventos Principais: 
  • A idolatria de Mica e os danitas 
  • A guerra entre os israelitas e a tribo de Benjamim por causa da violência em Gibeá 

Pessoas Importantes: 
  • Micá 
  • Um sacerdote levita



Conceitos Principais: 
  • Estes dois acontecimentos são da época dos juízes. Ilustram a perversidade do povo de Israel neste período. 



A História: 


1)  A idolatria de Mica e os danitas 
  • Mica devolveu dinheiro roubado à mãe, e ela fez um ídolo 
  • A casa de Mica se tornou um santuário dos deuses falsos 
  • Mica contratou um levita para ser sacerdote 
  • Os danitas, que não tinham expulsado os outros povos da terra deles, procuraram outra terra 
  • Os espiões que eles mandaram encontraram Mica e seu sacerdote, e ofereceram um salário maior e posição maior a este levita 
  • Roubaram os ídolos de Mica e levaram o sacerdote 
  • Mica tentou recuperar os ídolos, mas os danitas foram mais fortes do que ele 
  • Os danitas conquistaram Laís
 2)  O crime em Gibeá e a guerra que seguiu 
  • Uma mulher (concubina) abandonou o levita (marido?)
  • Ele foi buscá-la
  • Na volta, hospedaram-se em Gibeá, uma cidade de Benjamim, uma cidade violenta 
  • Um homem velho abriu sua casa e insistiu que eles ficassem a noite lá 
  • Quando os homens da cidade os ameaçaram, o levita permitiu que eles abusassem da concubina. Os homens da cidade a abusaram e a mataram 
  • O levita convidou as outras tribos e atacaram Gibeá. Depois de três dias de batalha, Deus deu a vitória às outras tribos e Benjamim foi quase exterminado 
  • Depois da guerra, Israel teve compaixão dos benjamitas e arrumou esposas para não deixar a tribo toda morrer 


Sugestões: Com crianças pequenas, dê mais ênfase a primeira história, mas mencione que muitas outras coisas erradas aconteceram nesta época


Por Dennis Allan
em estudosdabiblia,net
================

terça-feira, 10 de março de 2020

Juízes 13 - 16 _ Sansão


A História do Velho Testamento (49)
Sansão (Juízes 13 - 16)



Período: 
  • Os Juízes


Eventos Principais:
  • Sansão, um homem muito forte, foi usado por Deus para começar uma guerra entre os israelitas e os filisteus, mostrando que Deus é superior aos homens e aos ídolos


Pessoas Importantes:
  • Manoá
  • Sansão

Conceitos Principais:
  • O soberano Deus pode usar as decisões tomadas pelos homens para cumprir os seus propósitos, mesmo quando eles lhe desobedecem

A História:
  • Manoá e sua esposa não tinham filhos, e Deus mandou um anjo para anunciar que nasceria um filho:

Seria nazireu (veja as regras especiais em Números 6, especialmente observando o que fala sobre os cabelos e o vinho)

Seria usado por Deus para começar a livrar os israelitas da opressão pelos filisteus

Sansão nasceu e cresceu

Era tão forte que matou um leão sem ter nada na mão; depois passou e pegou mel do corpo do leão morto

Sansão casou com uma mulher filisteia. Na festa do casamento, ele desafiou os filisteus com um enigma, e matou 30 filisteus para cumprir sua promessa (14:10-20)

O pai da noiva a deu para outro homem. Sansão se vingou, usando 300 raposas para queimar as plantações dos filisteus

Eles responderam, matando a família da mulher

Os homens de Judá entregaram Sansão aos filisteus, e ele feriu 1.000 homens com uma queixada de jumento

Quando os filisteus tentaram pegar Sansão em Gaza, ele levou as portas da cidade nos ombros e subiu num monte (± 60 km)

Sansão gostou de outra mulher da Filístia, Dalila

Ela descobriu o segredo da sua força e o entregou nas mãos dos filisteus (A força não estava nos cabelos, mas no Senhor)
Sansão ficou preso e foi castigado pelos filisteus

Em uma festa para honrar o falso deus, Dagom, trouxeram Sansão para celebrar a vitória sobre este homem de Israel

Sansão pediu a Deus forças para derrubar as colunas da casa. A casa caiu em cima dele, matando 3.000 filisteus

Sugestões: Enfatize que Deus controla tudo, e que deu para Sansão esta força


Por Dennis Allan
em estudosdabiblia,net

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Juizes 9 - 12 _ Abimeleque e Jefté


A História do Velho Testamento (48)
Abimeleque e Jefté
(Juízes 9 - 12)

Período: 
Os Juízes

Eventos Principais: 
Abimeleque um dos filhos de Gideão, matou seus irmãos e se declarou rei

Ele reinou sobre Israel por alguns anos, mas depois foi morto por uma mulher

Mais de 50 anos depois, Deus usou Jefté para livrar os israelitas dos amonitas

Pessoas Importantes: 
Abimeleque
Jefté

Conceitos Principais: 
Nenhum homem tem direito de se exaltar

Deus castiga os desobedientes, mas salva os arrependidos

A História: 
Quando o povo tentou fazer Gideão rei, ele recusou

Mas, depois da morte dele, um dos seus filhos matou os outros e se declarou rei. Seu nome era Abimeleque

Um dos irmãos de Abimeleque, por ser menor, se escondeu e não foi morto

Jotão falou uma parábola para mostrar que Abimeleque não era digno de ser rei, e profetizou que ele seria morto

Gaal rebelou-se contra Abimeleque, mas Abimeleque o venceu, matando mil pessoas quando queimou a torre em Siquém

Quando Abimeleque atacou Tebes, ele preparou-se para fazer a mesma coisa:
queimar a torre e matar as pessoas que fugiram para ela

Mas, uma mulher lançou uma pedra que quebrou o crânio de Abimeleque, cumprindo a profecia de Jotão

Passamos por dois juízes, Tola e Jair (10:1-5)

O povo voltou ao pecado, e Deus o entregou nas mãos dos filisteus e dos amonitas

O povo se arrependeu

Os anciãos pediram para Jefté ser líder

Jefté fez um voto ao Senhor sem pensar (veja 11:30-31)

Quando ele venceu e voltou para casa, a primeira pessoa que saiu da sua casa foi sua única filha. De acordo com seu voto, ele tinha que dedicá-la ao Senhor

Jefté castigou os efraimitas por não cooperarem na batalha. Identificaram os efraimitas pelo sotaque

Sugestões: Enfatize que todas estas vitórias foram de Deus


Estudo Dennis Allan
estudosdabiblia d178

Postagens visualizadas nos últimos 30 dias