sábado, 6 de maio de 2017

Gênesis 39 - 40 José no Egito: Escravo e Prisioneiro


A História do Velho Testamento (14)
José no Egito: Escravo e Prisioneiro

(Gênesis 39 - 40)



Período: 
  • Os Patriarcas



Eventos Principais: 
  • José serviu como escravo de Potifar
  • A mulher de Potifar o acusou falsamente e ele foi preso
  • Na prisão, José interpretou os sonhos de dois servos do rei



Pessoas Importantes: 
  • José


Conceitos Principais: 
  • Devemos ficar fiéis ao Senhor, apesar do lugar ou circunstância
  • Deus sempre é fiel, e cumpre suas promessas
  • Deus recompensa os servos obedientes


A História: 
  • Um oficial do Faraó, chamado Potifar, comprou José para ser seu escravo
  • José era um servo fiel, e ele foi elevado por seu senhor à posição de mordomo da casa de Potifar. Potifar confiava totalmente em José
  • A mulher de Potifar tentou fazer com que José pecasse, mas ele se recusou
  • José sabia que, mesmo depois de ser traído por seus irmãos, o servo do
  • Senhor sempre tem que o obedecer: "Como, pois, cometeria eu tamanha maldade e pecaria contra Deus?" (39:9)
  • A mulher de Potifar insistiu, e José fugiu para não cair no pecado
  • A mulher de Potifar mentiu, e acusou José falsamente
  • Potifar acreditou nas palavras de sua esposa, e mandou que José fosse preso
  • No cárcere, José continuou fiel ao Senhor, e foi colocado acima dos outros prisioneiros para tomar conta deles
  • Deus deu a José a habilidade para interpretar sonhos, e ele interpretou os sonhos de dois outros prisioneiros
  • O copeiro-chefe do rei: José disse que ele seria livre para servir ao rei de novo
  • O padeiro-chefe do rei: José disse que ele seria morto
  • Os sonhos foram cumpridos. O padeiro-chefe foi morto, e o copeiro-chefe voltou a servir ao rei

por Dennis Allan
estudosbíblicos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens visualizadas nos últimos 30 dias