sexta-feira, 19 de junho de 2015

HABACUQUE - o 35° livro do Antigo Testamento


o livro de HABACUQUE é o 35° livro do Antigo Testamento
e o 13° dos últimos dezessete livros do AT chamados de 'livros dos profetas' que contêm as mensagens de Deus anunciadas ao povo.
-----------------------------
O profeta Habacuque viveu na mesma época em que viveram os profetas Naum e Sofonias.

Foi nesse tempo, no ano 612 antes de Cristo, que os babilônios derrotaram os assírios e se tornaram o império mais poderoso do mundo.

O profeta vê o perigo que o seu povo corre e não entende como é que Deus pode tolerar os babilônios, um povo mau e cruel.

Deus responde que virá o tempo em que ele castigará os inimigos do povo de Israel, e que o profeta espere com paciênca, confiando na justiça divina.

Os maus serão castigados, e aqueles que são fiéis a Deus viverão.
O livro termina com uma oração, em forma de salmo, em que Habacuque louva a grandeza de Deus e ao mesmo tempo mostra a sua fé Nele.

Esboço:
As queixas de Habacuque e as respostas de Deus...1.1-2.4
Os babilônios serão castigados ..................................2.5-20
Oração de louvor a Deus............................................cap. 3


sbb/ntlh


______________


o clamor de Habacuque
O profeta Habacuque foi contemporâneo de Jeremias e viveu numa época de crescente deterioração moral e espiritual em Judá (o reino do sul).

Ele sabia que o juízo de Deus se aproximava e viria por meio da invasão babilônica, ocorrida em 586 antes de Cristo. Ele não se conformava com a iniqüidade do seu povo nem com o avanço de Nabucodonosor.

É nesse contexto que aparece o famoso clamor de Habacuque: “Senhor, ouvi falar da tua fama; tremo diante dos teus atos, Senhor. Realiza de novo, em nossa época, as mesmas obras, faze-as conhecidas em nosso tempo; em tua ira, lembra-te da misericórdia”
(Hc 3.2).


Lembrando-se dos atos portentosos de Deus na história da nação, principalmente, quem sabe, do êxodo do povo de Israel do Egito, o profeta roga ao Senhor que faça novamente as mesmas obras realizadas no passado.

É por essa razão que os crentes costumam usar a oração de Habacuque para clamar a Deus por um avivamento na igreja.

Outras versões das Escrituras ajudam a compreender melhor o clamor de Habacuque:

“Edição Revista e Atualizada” 
“Aviva a tua obra, ó Senhor, no decorrer dos anos, e, no decurso dos anos, faze-a conhecida”.
“Nova Tradução na Linguagem de Hoje” 
“Faze agora, em nosso tempo, as coisas maravilhosas que fizeste no passado, para que nós também as vejamos”.
“Bíblia Hebraica” 
“Ó Eterno, mantém sempre viva tua obra [Israel] ao longo dos anos [de exílio]. No correr do tempo torna-a reconhecida”.
“Na Edição Pastoral”
 
“Ao correr dos anos faze-as [as tuas obras] reviver; manifesta-as no curso dos anos”. (Outras três traduções usam o mesmo verbo ‘reviver’.)
“Bíblia do Peregrino” 
“No meio dos anos realiza a tua ação! No meio dos anos, manifesta-a”.


...


Habacuque ao orar a Deus profetiza acerca de Cristo, a flecha da aljava de Deus.
Porém, quando Deus tira a descoberto o seu arco, verifica-se que está farta a aljava de flechas (muitos filhos de Deus) "Tiras a descoberto o teu arco, e farta está a tua aljava de flechas" (3.9) 
fonte - (bibliacomentada)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens visualizadas nos últimos 30 dias