quarta-feira, 13 de maio de 2015

ISAÍAS - o 23° livro do Antigo Testamento


o livro de ISAÍAS é o 23° livro do Antigo Testamento e
o 1° dos últimos dezessete livros do AT chamados de 'livros dos profetas' que contêm as mensagens de Deus anunciadas ao povo.

Isaías, um dos maiores profetas do Antigo Testamento, anunciou as suas mensagens ao povo do Reino de Judá e aos moradores da cidade de Jerusalém entre 742 e 687 antes de Cristo.


Os temas principais das mensagens do profeta são o Poder do Deus de Israel sobre todas as coisas e a sua santidade perfeita.


O livro de Isaías pode ser dividido em três partes:



1) Os capítulos 1-39 falam do tempo em que Judá, o Reino do Sul, está sendo ameaçado pela Assíria.


O profeta insiste em que os maiores perigos que a nação corre e que podem levá-la ao desastre são o pecado, a desobediência e a falta de fé em Deus.

Com palavras e por meio de atos simbólicos, o profeta faz um apelo ao povo e às autoridades do país para que vivam uma vida de honestidade e justiça

Isaías anuncia a futura vinda de um descendente de Davi, que será o rei ideal, e fala de uma época de paz e prosperidade para o mundo inteiro.



2) Os capítulos 40-55 falam de um povo que tem sofrido a desgraça e que está fora do seu país, humilhado, explorado e sem esperança.


É nessas condições que o profeta anuncia a libertação dos israelitas, garantindo que Deus os trará de volta do cativeiro para que possam começar uma vida nova na terra de Israel.

Assim Deus se mostra o Deus da História, aquele que tem um plano para o seu povo, o qual terá a missão de ser uma bênção para todas as nações da terra.

As passagens a respeito do "Servo do Deus Eterno" estão entre as mais conhecidas do Antigo Testamento.



3) Os capítulos 56-66 trazem, na sua maior parte, conselhos para aqueles que já haviam voltado do cativeiro para Jerusalém.


Deus aconselha que eles vivam uma vida de honestidade e de justiça e insiste em que respeitem o sábado, que dediquem à oração e que lhe apresentem os sacrifícios que ele exige.

Os versículos um e dois do capítulo sessenta e um, foram usados por Jesus, no princípio do seu ministério, para anunciar a sua missão no mundo (ver Lucas 4.16-21)



ESBOÇO:

Avisos e promessas - caps. 1-12
O castigo das nações - caps. 13-23
Deus julga o mundo - caps. 24-27
Mais avisos e promessas - caps. 28-35
O rei Ezequias, de Judá, e os assírios - caps. 36-39
Mensagens de promessas e de esperança - caps. 40-55
Avisos e promessas - caps. 56-66

SBB/NTLH



com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens visualizadas nos últimos 30 dias